Jane Eyre - Charlotte Brontë

Sinopse:

Jane Eyre, romance de estreia da consagrada e renomada escritora inglesa Charlotte Brontë, narra a história de vida da heroína homônima. Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar. Recheado de características góticas, o romance possui personagens inesquecíveis e transformadores, como a figura do misterioso Rochester, patrão de Jane e peça vital da narrativa.


Jane Eyre é um romance clássico da literatura inglesa, de autoria de uma das três escritoras-irmãs Brontë. Ele é um romance de formação e conta em primeira pessoa a história de vida da protagonista desde sua infância. Jane é superficialmente uma garota humilde e simples, que foi criada pela sra. Reed, mulher de seu falecido tio, numa casa onde era tratada por todos como inferior, exceto pela governanta. Ao entrar na puberdade, Jane é mandada para uma humilde e rígida instituição educacional para garotas órfãs, onde permanece até os 18 anos. Nessa escola acompanhamos o início de sua jornada de amadurecimento, através das provações dos primeiros meses da doutrina quase que cruel imposta pelo dono da instituição, combinadas à sua admiração pela amiga, Helen Burns, com quem aprende muito, e pela professora mais bondosa, Miss Temple. No auge de sua juventude, aos 18 anos, Jane resolve procurar emprego em algum lugar novo, e é então contratada para ser governanta de uma garotinha em Thornfield Hall. Nesse lugar ela se sente bem acolhida pelos outros funcionários, e inicia sua maior aventura, a de se apaixonar pelo patrão, o sr. Rochester. Esse amor começa do zero, das observações sobre os defeitos do homem para o início de um sentimento indesejado que ela procura esconder. Nessa casa ela também cresce muito como mulher e como personagem, mas sua jornada de encontro a si mesma ainda encontra muitas reviravoltas antes do fim.
“Eu me lembrava de que o mundo real era vasto, e que uma quantidade enorme de esperanças e medos, de sensações e emoções, estava à espera daqueles que ousassem sair por ele afora, buscando, em meio a seus perigos, o verdadeiro conhecimento do que é a vida.”

Página após página Jane Eyre, por trás do rosto sem encantos, revela uma forte e correta personalidade, um caráter sólido e ainda assim desafiador para algumas convenções de sua sociedade. A história me cativou a tal ponto de eu ficar eufórica em alguns trechos, sentindo o que Jane sentia, morrendo de curiosidade pra continuar lendo e ao mesmo tempo com medo do que ia acontecer, haha. Incrível, apenas. Não é à toa que a obra aparece em listas de livros que deveriam ser lidos ao longo da vida (como esta da Universia).

Nota no skoob: 5/5

Capa do filme de 2011
Ficha técnica

Título: Jane Eyre
Autor: Charlotte Brontë
Editoras brasileiras: Martin Claret, Bestbolso
Nº de páginas (Martin Claret): 884
Lançamento original: 1847
Preço médio: R$38,00

Histórico de leitura:
Lido em janeiro de 2016. Resenha escrita provavelmente logo depois e esquecida até o dia dessa postagem. Mais um na lista de favoritos <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários com palavras inadequadas ou ofensivas serão deletadas.

© Minhas Leituras - 2010-2016. Todos os direitos reservados. Blog e layout por Beatriz Teixeira. Desenho do cabeçalho: Gisele Dias.

Tecnologia do Blogger.
imagem-logo