A importância da resenha para quem lê [Vida de Leitor #3]

Imagem: Moça com livro, 1879, José Ferraz de Almeida Júnior
O post da coluna Vida de Leitor desse mês é para aqueles leitores que também gostam de escrever sua opinião sobre livros ou textos e compartilhá-la em um blog/canal ou alguma outra rede social, ou de ler resenhas para conhecer mais sobre alguma obra antes da leitura e para saber o ponto de vista de outros leitores. Eu, por exemplo, gosto muito tanto de ler quanto de escrever resenhas, porque complementa a apreciação da obra.
Claro, tem também aqueles que precisam escrever resenhas para a faculdade ou buscam ser críticos literários. Mas aqui focamos em quem resenha por hobbie, ok?

Em primeiro lugar é importante ressaltar o que é exatamente uma resenha. De acordo com o site da PUC-RS, a resenha-crítica, na qual se encaixa as resenhas literárias que estamos enfatizando, é um texto que, além de resumir o objeto, faz uma avaliação sobre ele, uma crítica, apontando os aspectos positivos e negativos. Trata-se, portanto, de um texto de informação e de opinião,.
Encontramos novas resenhas literárias todos os dias sendo postadas em blogs, sites, canais no Youtube, jornais e revistas, e diversas redes sociais.

Bem, mas quais são os benefícios da resenha?

Do ponto de vista do leitor, a leitura de uma resenha aleatória pode despertar seu interesse por uma obra que você não conhecia ou te contar mais sobre alguma que já chamava sua atenção. Por exemplo, quantos leitores não passam pela cruel dúvida de comprar ou não determinado livro? Apesar de a resenha conter uma opinião individual, ela pode servir de base para sua escolha e organização.
Além disso, se você estiver lendo a resenha depois de ter lido o livro em questão, você poderá provavelmente reparar em algum detalhe ou aspecto ao qual você não tinha prestado muita atenção e ver a história do ponto de vista de outra pessoa, já que cada um pode fazer uma interpretação diferente de uma mesma história. Creio que isso seja importante principalmente em séries de livros, onde sempre tem uma questão para a qual são deixadas dicas sutis em cada volume, que às vezes passam despercebidas. O maior exemplo que tenho é As Crônicas de Gelo e Fogo (Game of Thrones), de George R. R. Martin. Quem nunca se sentiu como Jon Snow no meio de tanta confusão? Você não sabe nada, Jon Snow.


Do ponto de vista do resenhista, acredito que depois de um tempo, escrever sobre um livro, compartilhando a sua experiência literária e o seu ponto de vista com outras pessoas, é quase que uma extensão da leitura do próprio livro. Particularmente, escrever a resenha ou conversar mesmo com alguém que também leu, ajuda a definir minha opinião final sobre a história, principalmente se for uma obra mais densa, clássica ou uma daquelas de que todo mundo fala, porque acontece muito de sermos influenciados pelo que os outros acharam. Quando você precisa organizar as ideias, impressões e sensações que o livro despertou em você, o contexto passa a ser enxergado com mais clareza, até porque é necessário também um pouco de pesquisa (sobre o ano de publicação da obra, sobre o autor, se existem adaptações para o cinema ou TV, etc.) para poder inserir os leitores da resenha nesse contexto.
Enfim, tanto escrever quanto ler uma resenha pode ser complementar à leitura.


Atualmente, após uma leitura, principalmente quando gosto muito, costumo ler algumas resenhas no Skoob ou em blogs e canais antes de escrever a minha. Quando as leio, tenho a impressão de estar num debate pessoal, algo do tipo: concordo plenamente com isso, ou como assim ele não gostou disso?, talvez É, realmente isso poderia ter sido melhor. Assim, quando vou escrever minha própria opinião, tenho certeza da impressão que quero passar do livro: o que ele tem de melhor, de pior, se recomendo para todos ou apenas para determinado público-alvo, etc..
Agora, antes de ler, dependendo do que for, procuro algumas resenhas, principalmente em blogs que já conheço e sei que costumo me identificar, e opiniões de amigos meus, para ter uma base e saber se vai valer a pena.
Também já aconteceu de eu encontrar uma resenha aleatória e acabar amando o tal livro que eu nunca tinha ouvido falar, assim como já me disseram que viraram fã de alguma saga ou livro por meio de uma resenha minha (que diga-se de passagem, é um dos comentários mais gratificantes ever!).

Uma boa resenha literária, na minha opinião, é caracterizada por um breve resumo da história, acompanhado pela opinião, destacando seus aspectos positivos e negativos. Acho legal falar sobre a edição, sobre a capa, sobre os detalhes físicos do livro em geral, mas o que mais deve ser colocado em foco é o enredo e o contexto da obra, ou seja, o conteúdo.
Certo, tem mais uma coisa que eu gostaria de ressaltar: spoilers em resenhas. Não vejo problema algum desde que seja avisado no início do texto. Por favor, tenham atenção ao ler a resenha, já que se o aviso estiver lá e você não prestar atenção é bem chato colocar a culpa no autor.

Se estiverem afim de conhecerem livros novos ou conferirem algumas resenhas minhas, elas podem ser encontradas aqui no blog ou no meu perfil do Skoob.

E quanto a vocês, costumam ler ou escrever resenhas? Comentem aí embaixo para podermos discutir mais sobre esse tema. Não esqueça de dizer o que achou do post para eu poder melhorar nas próximas edições da coluna e, se quiser ver algum tema específico da Vida de Leitor por aqui, sua sugestão é bem-vinda!

Confira as primeiras edições da coluna: Organizando os Livros e Emprestando Livros.

Até o próximo post! ;)

Bia F. T.


6 comentários:

  1. Gostei muito desse post! Muito bom. Acho suas resenhas muito bem feitas e legais. Eu também gosto de escrever resenhas, mas eu tenho muita preguiça hahaha Eu passo pelos mesmos processos que você para escrever as minhas resenhas, então, acho que estou fazendo certo ;) Mas como, geralmente, eu demoro mais de uma hora para escrever uma resenha, bate aquela preguiça e eu vou jogando para frente, até um dia eu desistir de escrever... Estou tentando vencer a preguiça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Marcela! Também acontece de eu ficar com preguiça de escrever algumas resenhas, mas gosto tanto que uma hora sai, haha.
      Obrigada pelo comentário!

      Bjs, Bia

      Excluir
  2. Oi Bia!! Saudades! ótima postagem!! Gostei muito mesmo! Engraçado, achei que só eu passava por essas coisas antes de escrever as resenhas! Não estou sozinha! Yaay! rsrsrs Eu demorou muito para escrever as minhas. Leio, releio e às vezes ainda tenho dúvidas se ficaram boas! rsrsrs Vou acompanhar sua série! Muito boa! Parabéns

    Beijinhos

    Mirelle - Meu Mundo Em Tons Pastéis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mirelle! Resenhas não são tão facinhas de escrever mesmo, haha. Obrigada, ficarei feliz sabendo que você está acompanhando!

      Bjs, Bia

      Excluir
  3. Oooooooooi, Bia! Quanto tempo! Eu adoro escrever resenhas, mais até do que ler. Leio apenas aquelas que geralmente estou acostumada e que eu sei que talvez me influencie de algum modo (tipo as suas, haha). É muito bom escrever sobre um livro e saber que você (às vezes) está incentivando alguém ler. O chato é que quado sobra um tempinho para escrever, bate aquela preguiça (só em falar em preguiça eu bocejei, haha)

    ADORO ESSA COLUNA!!!

    Bjs, Raquel.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Raquel! Verdade, eu estava com saudade dos seus comentários! Obrigada por ler minhas resenhas e essa coluna! O melhor é isso mesmo, quando incentivamos alguém a ler.

    Bjs, Bia

    ResponderExcluir

Atenção:
Comentários com palavras inadequadas ou ofensivas serão deletadas.

© Minhas Leituras - 2010-2017. Todos os direitos reservados. Blog e layout por Beatriz Teixeira. Desenho do cabeçalho: Gisele Dias.

Tecnologia do Blogger.
imagem-logo