Livro de Junho: O Cavaleiro dos Sete Reinos - George R. R. Martin

O livro do mês de junho foi escolhido dentre minhas leituras do mês, portanto aproveitei para escrever a resenha dele. É O Cavaleiro dos Sete Reinos, livro com três contos que ocorrem noventa anos antes do início da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin.

Sinopse:
Duzentos anos após a Conquista, a dinastia Targaryen vive seu auge. Os Sete Reinos de Westeros atravessam um tempo de relativa paz, nos últimos anos do reinado do Bom Rei Daeron. É neste cenário que Dunk, um menino pobre da Baixada das Pulgas , tem uma chance única: deixar a vida miserável em Porto Real para se tornar escudeiro de um cavaleiro andante. Quando adulto, o cavaleiro morre e Dunk decide tomar seu lugar e fazer fama no torneio de Campina de Vaufreixo. É quando conhece Egg, um menino de dez anos, cabeça totalmente raspada, que é muito mais do que aparenta ser. Dunk aceita Egg como seu escudeiro e, juntos, viajam por Westeros em busca de trabalho e aventuras. Uma grande amizade nasce entre eles – uma amizade pela vida toda, mesmo quando, anos mais tarde, os dois personagens assumem papéis centrais na estrutura de poder dos Sete Reinos. As aventuras de Dunk e Egg trazem para os fãs de As Crônicas de Gelo e Fogo a oportunidade única de vivenciar outro momento da história de Westeros, de conhecer e analisar fatos que teriam desdobramentos noventa anos depois, na guerra dos tronos.
Skoob
***

Dunk e Egg são personagens únicos, diferentes de qualquer outro de As Crônicas de Gelo e Fogo, e são eles os protagonistas (afinal, o título em inglês do livro é The Tales of Dunk & Egg). Suas aventuras ocorrem no período do governo Targaryen em Westeros, o que é muito legal para os leitores da série. Além disso, há várias informações sobre momentos históricos de Westeros que, na época de Dunk e Egg, aconteceram há pouco tempo, portanto esses contos são bem importantes para os fãs de As Crônicas de Gelo e Fogo. Por exemplo, a rebelião Blackfyre é muito mencionada em todos os contos por ser um acontecimento recente e importantíssimo principalmente em termos políticos.
Comparados aos outros livros, esse é bem pequeno, principalmente por ser dividido em três contos, que ocorrem sucessivamente e tem um curto espaço de tempo entre eles. Também são menos complexos, já que há poucos personagens (considerando que é um livro de Martin) e todos se passam pelo ponto de vista de Dunk.
No primeiro conto, O Cavaleiro Andante, somos apresentados a Dunk e presenciamos o começo de sua vida como cavaleiro, logo após a morte do velho cavaleiro de quem era escudeiro, sor Arlan de Centarbor. O jovem resolve seguir para o torneio de Vaufreixo para participar e tentar ganhar algum dinheiro. No caminho, conhece Egg, apenas um menino, e este acaba tornando-se seu escudeiro. No torneio, Dunk inscreve-se como sor Duncan, o Alto, que torna-se oficialmente seu nome como um cavaleiro. O conto descreve a participação dele no torneio e surpreende com a verdadeira identidade de Egg. Na verdade, todos os contos tem algo de surpreendente e uma reviravolta que te deixa boquiaberto.
Em A Espada Juramentada, Dunk e Egg estão servindo a um pequeno senhor, Eustace Osgrey. Ocorrem alguns conflitos entre Osgrey e a Viúva Vermelha, senhora da propriedade vizinha, que são resolvidos ou intermediados por nosso querido cavaleiro.
O Cavaleiro Misterioso é, para mim, o melhor dos três. Dunk e Egg resolvem ir até Winterfell, mas o cavaleiro resolve fazer uma parada para participar de um torneio em comemoração ao casamento do senhor Butterwell com uma Frey. O prêmio era extremamente diferenciado: um ovo de dragão. Há várias reviravoltas nesse conto e é isso que o torna tão bom.
Em todos os contos sor Duncan participa de um combate decisivo, lutando por sua vida ou pela do senhor. O que eu amo em Dunk é que ele é um verdadeiro cavaleiro, apesar de ter tido uma infância miserável na Baixada das Pulgas em Porto Real. Ele honra seus votos e tem uma nobreza de coração impressionante. Egg é um menino esperto, ousado e honrado como o cavaleiro a quem serve. Os dois cultivam uma bela e verdadeira amizade que torna os contos divertidos.
Enfim, eu gostei muito do livro e fiquei ansiosa pelo lançamento pelos próximos contos, ou qualquer outra história relacionada à série que Martin queira escrever! Se você é fã, recomendo que leia. Se você ainda não conhece ou nunca leu a série e tem vontade, começar por esse livro é uma ótima escolha para te introduzir ao mundo de As Crônicas de Gelo e Fogo.
Dunk e Egg são citados várias vezes nos outros livros, situações que você pode não se lembrar até que sejam citadas (como ocorreu comigo, afinal lembrar-se desses detalhes depois de ter lido os cinco livros há um bom tempo não é muito simples). Se tiver interesse em recordar, leia essa resenha do Game of Thrones Brasil: http://www.gameofthronesbr.com/2014/03/resenha-do-livro-o-cavaleiro-dos-sete-reinos-as-aventuras-de-dunk-egg.html
Nota: 9,0
(só não dei 10 porque não gostei tanto assim do segundo conto)

Ficha técnica:
Título: O Cavaleiro dos Sete Reinos (Histórias do Mundo de Gelo e Fogo)
Autor: George R. R. Martin
Editora: LeYa
Nº de páginas: 416





2 comentários:

  1. Oi Bia!! Sou super afim de ler essa série! Queria muito, também, dar de presente para o meu namorado porque ele se interessou bastante pela estória! Ele não curte muito leitura, então a gente tem que incentivar bastante né? rsrsrs

    Beijinhos
    Mirelle - meumudoemtonspasteis.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! É, incentive mesmo, é bem provável que ele goste do livro!

      Bjs, Bia

      Excluir

Atenção:
Comentários com palavras inadequadas ou ofensivas serão deletadas.

© Minhas Leituras - 2010-2017. Todos os direitos reservados. Blog e layout por Beatriz Teixeira. Desenho do cabeçalho: Gisele Dias.

Tecnologia do Blogger.
imagem-logo