Maze Runner - A Cura Mortal

Encerrando a trilogia Maze Runner, A Cura Mortal revela o verdadeiro propósito do CRUEL, e, principalmente, o lado de fora, o mundo "real", longe do Labirinto e do Deserto. Agora o que houve de fantasia praticamente se extinguiu para pura ficção, algo que deixa o enredo parecendo... vazio? 

Por favor, leiam a crítica até o fim! ;)

Sinopse:
Por trás de uma possibilidade de cura para o Fulgor, Thomas irá descobrir um plano maior, elaborado pelo CRUEL, que poderá trazer consequências desastrosas para a humanidade. Ele decide, então, entregar-se ao Experimento final. A organização garante que não há mais nada para esconder. Mas será possível acreditar no CRUEL? Talvez a verdade seja ainda mais terrível, uma solução mortal, sem retorno.
Skoob

Minha opinião:
Não é um livro genial. Não é um desfecho espetacular para uma trilogia que parecia merecer um desfecho espetacular.
Quero dizer, nem tanto assim, afinal, nunca foram totalmente maravilhosos, mas eram boas histórias e boas ideias. Sinceramente? O primeiro livro foi o melhor.
Em primeiro lugar, depois que a fantasia toda do Labirinto e do Deserto se extinguiu em ficção, como escrevi no início do post, o enrendo ficou meio forçado. Tipo... algumas cenas são muito longas e criam expectativa... para nada. Isso é o que quero dizer com "forçado".
O começo de A Cura Mortal é bem empolgante, mas essa empolgação vai esmaecendo durante o desenrolar dos acontecimentos. Foi isso o que eu senti, pelo menos.
E... o personagem principal, Thomas, não é tão amigável quanto antes (na minha opinião), já que as decisões deles não foram como eu esperava.
Não sei mais o que dizer... só acho que esperava mais, e ainda não tenho tenho certeza de que o CRUEL é bom ou não, eu passei de um lado a outro durante o livro todo, e ainda não me decidi.
Mas... o final é bem merecido para os personagens, e gostaria de ver mais sobre esse "recomeço".
Nota: 8,00

Ficha técnica:
Título: A Cura Mortal
Título original: The Death's Cure
Autor: James Dashner
Editora: V&R






Alguém mais leu? O que acharam do livro e da série no geral?